Pular para o conteúdo principal

O Empoderamento Feminino E O Desenvolvimento Sustentável No Brasil



Cerimônia de entrega do Prêmio Sadako Sasaki 2016. Fotografia de Isabella Pawlak.

"O Prêmio Sadako Sasaki em prol da Igualdade de Gênero, almeja dar visibilidade às ações humanitárias realizadas pelas meninas e pelas mulheres no Brasil, promovendo a integração das culturas, oriental e ocidental, utilizando para tanto o humanismo e o pacifismo. 

A solidariedade internacional deverá ser incentivada nas crianças, ainda nos primeiros anos escolares. O futuro da humanidade está nas mãos das mulheres e das crianças do mundo, e educar para a paz não é uma tarefa apenas das escolas, mas de todos os seres humanos de boa vontade.

A maior justificativa  do Prêmio Sadako Sasaki em prol da Igualdade de Gênero, está no intuito de proporcionar o reconhecimento público em prol da defesa dos direitos humanos da população feminina, preservando ainda a memória mundial sobre o legado humanitário de Sadako Sasaki, mais de meio século depois que Sadako perdeu sua vida aos 12 anos de idade, devido à explosão da bomba atômica na cidade de Hiroshima. 

A esperança de Sadako Sasaki para a construção da paz no mundo, é o ideal maior do Clube Sadako Sasaki,  e da curadoria do Prêmio Sadako Sasaki em prol da Igualdade de Gênero, visando o empoderamento feminino e o desenvolvimento sustentável no Brasil, em conformidade com os objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 para a humanidade, da Organização das Nações Unidas.

No último dia 6 de agosto, foi realizada a cerimônia de entrega da primeira edição do Prêmio Sadako Sasaki em Prol da Igualdade de Gênero no Palácio Anchieta de São Paulo, uma iniciativa da Comissão Brasil Japão da Organização Neo Humanitarismo Universalista e do Vereador Gilberto Natalini, com o Apoio Cultural da MOA International Brasil, e o Apoio Institucional do Consulado Geral do Japão em São Paulo." Jam Pawlak, curadora do Prêmio Sadako Sasaki em Prol da Igualdade de Gênero.   



As curadoras do Prêmio Sadako Sasaki, Jam Pawlak e Julia Mikita com Maria Sylvia Aparecida de Oliveira, vencedora na categoria Difusão dos Direitos da Mulher. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento de confraternização na entrega do Prêmio Sadako Sasaki, com a mestre de cerimônias, Luciana Feldman, a vencedora na categoria Ativismo Social e Desenvolvimento Sustentável, Rosa Richter, o vice-presidente da MOA International Brasil, Benedito Tate, e as curadoras do prêmio, Jam Pawlak e Julia Mikita. Fotografia de Isabella Pawlak.  



Tributo à cidade de Hiroshima, com Jam Pawlak, vereador Gilberto Natalini e Julia Mikita. Fotografia de Isabella Pawlak. 


Tributo à cidade de Hiroshima com Jam Pawlak e Luciana Feldman. Fotografia de Isabella Pawlak.



Pronunciamento de Carlos Minoru Morinaga, diretor do Centro Cultural Hiroshima do Brasil. Fotografia de Isabella Pawlak.



Pronunciamento de Benedito Tate, vice-presidente da MOA International Brasil. Fotografia de Isabella Pawlak.



Pronunciamento do vereador Gilberto Natalini. Fotografia de Isabella Pawlak.



Pronunciamento  de Jam Pawlak, curadora do Prêmio Sadako Sasaki. Fotografia de Isabella Pawlak. 



Pronunciamento de Julia Mikita, curadora do Prêmio Sadako Sasaki. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Rosa Richter. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Lia Diskin. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Maria Sylvia Aparecida de Oliveira. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Rosa Matsushita. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Albertina Duarte Takiuti. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Rosely Ugolini. Fotografia de Isabella Pawlak.



Momento da condecoração de Gilze Maria Costa Francisco. Fotografia de Isabella Pawlak.



Confraternização no Palácio Anchieta da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Mama do Estado de São Paulo. Fotografia de Isabella Pawlak. 



Compartilhando o legado humanitário de Sadako Sasaki com Jam Pawlak, Rosa Matsushita e Julia Mikita. Fotografia de Isabella Pawlak. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Inspiração para o voluntariado das Meninas e das Mulheres no Brasil

"Nós sonhamos com o dia em que vamos abrir os olhos e perceber que a igualdade de gênero estará presente em nossos dias, de que a hipocrisia humana vai acabar de uma vez por todas.
Nós mulheres estamos aqui para relembrar que somos importantes e que merecemos o devido valor não apenas hoje mas todos os dias.
Temos o direito de ser tratadas com dignidade, com respeito, educação e amor. Ser mulher sempre foi uma missão muito difícil, mas não podemos continuar aceitando a submissão como se fosse normal.
Quantas meninas e mulheres almejam por um mundo mais justo para todas e ainda passam em pleno século XXI pela desigualdade entre diversos abusos. É triste ouvir a frase : “não posso realizar meu sonho porque sou menina e não terei nenhuma chance”. Infelizmente essa é uma realidade próxima que precisa ser alterada e juntas podemos fazer a diferença e transformar a nossa sociedade em uma sociedade mais justa para as meninas e as mulheres.
Não queremos nos sentir inferiores com palavras d…

Poemas De Origami Celebram os 120 Anos de Amizade Japão-Brasil

Créditos: ONH-U Brazil

Global Youth Service Day - Jovens Poetas Em Ação

Jovens Poetas Em Ação celebram o Global Youth Service Day no Brasil.
Julia Mikita, ao centro, líder do projeto Jovens Poetas Em Ação no Brasil. GYSD 2015.  Foto: Arquivo ONH-U.
Jam Pawlak, Presidente da Organização Neo Humanitarismo Universalista com Julia Mikita, Presidente do Clube Sadako Sasaki. GYSD 2015. Brasil.  Foto: Arquivo ONH-U.
Jovens Poetas em Ação. GYSD 2015. Brasil.  Foto: Arquivo ONH-U.
"O próximo é cada ser humano, sem exceção." Antonio Frederico Ozanam Fundador da Sociedade São Vicente de Paulo em Santos 
Os Jovens Poetas Em Ação: levaram paz e harmonia através dos poemas de origami para os idosos do asilo da Sociedade São Vicente de Paulo em Santos, com a dedicação e o carinho da juventude em prol de uma causa humanitária do projeto Origami do Amor.  
Jovens Poetas Em Ação no asilo de idosos da Sociedade São Vicente de Paulo em Santos, SP, Brasil. GYSD 2015.  Foto: Arquivo ONH-U.
Música clássica para idosos. Apresentação especial de Isabella Pawlak. Jovens Poetas E…