quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Passaporte Polonês de Chopin

 
Em uma época em que a Polônia foi aniquilada e perdeu a sua soberania por mais de 100 anos, o genial pianista-imigrante Frédéric Chopin, viajou pelo mundo com o mais autêntico Passaporte Polonês de todos os tempos: a sua M ú s i c a!

 
Na abordagem do filme "O Passaporte Polonês de Chopin", o olhar do Protagonismo Juvenil: uma estratégia de educação para a cidadania que considera os jovens como atores sociais que tem direitos, independentes das condições ou situações que vivem. Jovens admirados pelo que são, sentem, sonham e conquistam com o brilho da juventude.

 
Um filme que compartilhou a cultura polonesa e a cultura musical com o Brasil e o mundo nos últimos dois anos de exibições independentes.

 
Frédéric Chopin nasceu na aldeia de Zelazowa Wola, Ducado de Varsóvia, na Polônia, em 1810; mas a sua história de coragem e determinação contínua encantando a juventude do século XXI.  

 
A jovem pianista Thamires Marques Silvério, personagem do filme, interpreta Chopin. 

 
O jovem pianista Marcos Vinicius de Sousa no Concerto de Homenagem à Chopin.

 
O diretor polonês Grzegorz Mielec que trabalhou com muita criatividade na direção do filme. 

 
O professor e pianista Carlos Eduardo Zappili Albertini, grande colaborador do filme.

 
Livro do professor Carlos Eduardo Zappili Albertini sobre Chopin, fonte de pesquisa.

 
A participação especial do renomado pianista Nelson Freire, "uma verdadeira fonte de inspiração para os jovens talentos do Brasil."
 
A Organização Neo Humanitarismo Universalista lançou o filme "O Passaporte Polonês de Chopin" com o objetivo de compartilhar a genialidade e o legado de Frédéric Chopin com a juventude do Brasil. Objetivo plenamente realizado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário