Pular para o conteúdo principal

PRÊMIO ANITA GARIBALDI EM DEFESA DOS DIREITOS DA MULHER DO ESTADO DE SÃO PAULO



O Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo é um tributo à Lei 12.615 de 30 de abril de 2012, que determinou que o nome de Anita Garibaldi, (Ana Maria de Jesus Ribeiro), fosse inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, depositado no Panteão da Liberdade e da Democracia em Brasília, Distrito Federal. Trata-se de uma iniciativa da Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, com atuação no Estado de São Paulo, em parceria com o Deputado Fabio Porta, Membro da III Comissão Permanente de Relações Exteriores e Comunitárias da Câmara dos Deputados da Itália, Presidente do Comitê Permanente para os Italianos no Mundo e Promoção do Sistema País, e com o Vereador Gilberto Natalini, Presidente da Comissão da Verdade da Câmara Municipal de São Paulo, Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de São Paulo, Membro da Comissão de Saúde e Membro da Frente Parlamentar pela Mobilidade Urbana da Câmara Municipal de São Paulo.

Para a seleção das indicadas são consultados jornalistas e formadores de opinião do Estado de São Paulo; na primeira edição do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, foram selecionadas grandes personalidades que se destacaram por suas ações humanitárias durante os últimos quatro anos no Estado de São Paulo.
Os critérios da seleção estão ligados à promoção do desenvolvimento social, através do trabalho humanitário, priorizando quatro áreas de extrema importância para o empoderamento da mulher: ética profissional, liderança e participação da mulher na sociedade, engajamento na eliminação da violência contra a mulher, impacto social sob os auspícios da igualdade de gênero e continuidade da ação a longo prazo em 15 categorias distintas: empoderamento feminino, difusão do livro e da leitura, saúde da mulher, inclusão social, cidadania, cultura de paz, educação, preservação do legado histórico, ativismo social, empreendedorismo sustentável, incentivo à leitura, empoderamento da juventude, escritora humanitária,  difusão do legado histórico, e personalidade masculina em defesa dos direitos da mulher.

As personalidades femininas e a personalidade masculina indicadas ao Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, serão condecoradas em Sessão Solene no Palácio Anchieta, por iniciativa do Vereador Gilberto Natalini da Câmara Municipal de São Paulo, cidade-sede da primeira edição do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, em agosto de 2014.
A Madrinha oficial do I Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, é a Presidente da Fraternidade Aliança Aca Laurência, Rosely Ugoline, idealizadora do consagrado Prêmio Excelência Mulher.
Rosely Ugolini, Madrinha Oficial do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo. 


Vencedoras do Prêmio Anita Garibaldi em 
Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo

Anita Schuartz, Empoderamento Feminino, São Paulo;

Conceição Dante, Difusão do Livro e da Leitura, Santos;

Gilze Maria Costa Francisco, Saúde da Mulher, Santos;

Irmã Gregória Roman Oliva, Inclusão Social, São Paulo;

Ivete Belfort, Cidadania, São Paulo;

Lia Diskin, Cultura de Paz, São Paulo;

Lúcia Maria Teixeira, Educação, Santos;

Mirian Tozzi, Preservação do Legado Histórico, Águas de Lindóia;

Oriana Jara Maculet, Ativismo Social, São Paulo;

Paula Mantovani, Empreendedorismo Sustentável, Águas de Lindóia;

Rosane Fagotti, Incentivo à Leitura, Garça;

Rosilma Menezes Roldan, Empoderamento da Juventude, Santos;

Samanta Holtz, Escritora Humanitária, Porto Feliz;

Thais Matarazzo, Difusão do Legado Histórico, São Paulo;

Vencedor do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo

Nicola Margiotta Junior, Personalidade Masculina em Defesa dos Direitos da Mulher, Santos;

Curadoria do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo Edição 2014: Jam Pawlak.

Serviço:

Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo
Dia 20 de Agosto de 2014 às 19 horas
Palácio Anchieta - Auditório Prestes Maia
Viaduto Jacareí, nº 100 - 1º andar - São Paulo - SP




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cartas para Marie Curie: livro para ouvir...

Livro para ouvir
Selo ONHU Brazil
Em 2013, a Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, está finalizando o projeto cultural sem fins lucrativos, Cartas para Marie Curie, Tributo ao 100º Aniversário do Prêmio Nobel em Química para Maria Sklodowska-Curie, celebrado em 2011 no Brasil e no exterior. O concurso cultural "Cartas para Marie Curie" promovido pela Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, compartilhou o legado de Marie Curie entre a juventude do Brasil, visando  popularizar a contribuição da Mulher para a Ciência. A Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, recebeu mais de duas mil cartas de todo o país, cartas inéditas, criativas  e solidárias,  com relatos dos estudantes do Brasil sobre suas vidas, sobre a vida e a obra de Marie Curie,  e de como a história de Marie Curie afetou suas vidas  na atualidade. A história de Marie Curie encantou a juventude  do Brasil de tal forma, que um grupo de jovens de São Paulo,  mobilizou o Núcleo de Juven…

Esferas Celestes: Nicolau Copérnico E A Astronomia Moderna

Estátua de Nicolau Copérnico na Polônia.
O Núcleo de Cinema Ambiental da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, celebradesde o início do ano de 2013, o Aniversário de 540 anos de Nascimento do Pai da Astronomia Moderna, Nicolau Copérnico, com sessões de cinema do filme documentário Esferas Celestes, produção brasileira de 2009, Ano Internacional da Astronomia, com direção de Ismael de Lima Jr. O filme é um tributo ao legadode Nicolau Copérnico para a humanidade; aborda de forma lúdica a história do astrônomo polonês, autor da obra “Sobre As Revoluções Das Esferas” (De Revolutionibus Orbium Coelestium). O filme Esferas Celestes foi exibido nas seguintes cidades: São Paulo (SP), Santos (SP), Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Londrina(PR), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte(MG); valorizando o cinema ambiental e a ecologia humana através de sessões de cinema voltadas para a popularização da Astronomia entre a juventude do Brasil.
O talentoso …

Inspiração para o voluntariado das Meninas e das Mulheres no Brasil

"Nós sonhamos com o dia em que vamos abrir os olhos e perceber que a igualdade de gênero estará presente em nossos dias, de que a hipocrisia humana vai acabar de uma vez por todas.
Nós mulheres estamos aqui para relembrar que somos importantes e que merecemos o devido valor não apenas hoje mas todos os dias.
Temos o direito de ser tratadas com dignidade, com respeito, educação e amor. Ser mulher sempre foi uma missão muito difícil, mas não podemos continuar aceitando a submissão como se fosse normal.
Quantas meninas e mulheres almejam por um mundo mais justo para todas e ainda passam em pleno século XXI pela desigualdade entre diversos abusos. É triste ouvir a frase : “não posso realizar meu sonho porque sou menina e não terei nenhuma chance”. Infelizmente essa é uma realidade próxima que precisa ser alterada e juntas podemos fazer a diferença e transformar a nossa sociedade em uma sociedade mais justa para as meninas e as mulheres.
Não queremos nos sentir inferiores com palavras d…